Como ajudar seu filho a desenvolver autoconfiança?

Postado em 07/06/2017

Como ajudar seu filho a desenvolver autoconfiança?

Autoconfiança é um ingrediente fundamental em todos os aspectos do desenvolvimento saudável da criança e essencial em seu sucesso escolar. Autoconfiança é crucial para que a criança se relacione com os outros e encare tantos desafios sociais como partilhar, competir e fazer amigos, que são apresentados nos ambientes escolares.

Mas como ela se desenvolve? Na maior parte, o senso de confiança da criança é moldado e nutrido (ou não) por aqueles que cuidam dela. Saiba como fazê-lo:

 

1 . Estabeleça rotinas para seu filho. Quando eventos são previsíveis, quando ocorrem em aproximadamente a mesma maneira no mesmo horário diariamente, a criança se sentirá mais segura, protegida, confiante e em controle de seu mundo. Ela sabe, por exemplo, que primeiro vem o banho, depois jantar, leitura e então hora de dormir. Ela percebe o que acontecerá em seguida e pode se preparar para essas mudanças. Se eventos diários parecem ocorrer randomicamente, isso pode causar muita ansiedade. Se a vida não faz sentido, explorá-la pode ser muito assustador. Quando a criança sabe o que esperar sente-se livre para brincar, crescer e aprender.

2. Permita e facilite muitas oportunidades para brincar. Brincar é como a criança aprende sobre si mesma, sobre os outros e sobre o mundo à sua volta. Pelo brincar, as crianças também aprendem como solucionar seus problemas e desenvolvem. Uma criança que pressiona o botão em um boneco que produz um agradável som está aprendendo que ela pode fazer algo acontecer. É também através do brincar que as crianças aprendem como é ser outra pessoa, experimentar novos papeis, elaborar sentimentos complicados, ser mais positivo, dominar os medos.

3. Ajude seu filho a aprender a resolver problemas. Auxilie-o a lidar com os problemas mas nem sempre resolva-os para ele. Mexa os blocos debaixo da torre para que ela fique mais estável, mas não coloque as peças para ele, deixe-o descobrir como estabelecer seu balanço. Dessa forma você fornece uma possibilidade de ele sentir-se bem sucedido. Dê dicas, sugestões, mas não faça por ele. O objetivo é guiá-lo e apoiá-lo nos seus esforços para solução de problemas.

4. Dê responsabilidade para seu filho. Sentir-se útil e necessário faz a criança se sentir importante e desenvolve a confiança. As tarefas, no entanto, devem ser apropriadas para a idade. Crianças muito novas podem, por exemplo, separar a roupa, ajudar a alimentar os animais de estimação, regar plantas, guardar os brinquedos. Seja específico e diga: “por favor, coloque cada guardanapo no prato” e não “me ajude a arrumar a mesa”. Comemore o sucesso de seu filho. Demonstre para ele que você reconhece que está crescendo e aprendendo ajuda a criar confiança. Encoraje seu filho a tentar dominar tarefas nas quais está se esforçando.

Seja um modelo você mesmo. Crianças estão sempre observando profundamente seus pais para dicas de o que fazer ou como se sentir sobre as diferentes tarefas e interações sociais. Quando for para aprender como lidar com emoções como sofrimento, raiva ou frustração, são eles aqueles a quem ela vai recorrer. Se conseguir moldar persistência e confiança em si mesmo, seu filho também aprenderá.

Se conseguir dizer para seu filho quando estiver brava: “Não gosto quando você joga uma bola em mim. Sei que está bravo e tudo bem. Mas jogar coisas machuca. Você pode me dizer que está bravo e bater nessa almofada se quiser fazer algo com seu corpo”, você não só estará se referindo a atitude de seu filho e também lhe oferecendo alternativas, mas da maneira que está lidando com a raiva dá a ele um modelo saudável de lidar com sentimentos fortes.

Outras Notícias

 

3 dicas para desenvolver hábitos saudáveis de estudo
Postado em 13/12/2017

Estudar não é uma tarefa fácil. Muitos estudantes reclamam da falta de tempo para dormir, sair com os amigos e estudar. Porém, com as ferramentas certas e hábitos de estudo corretos você pode passar por essa fase de provas e ta...
leia mais »

5 maneiras de tornar a TV uma aliada na educação do seu filho
Postado em 06/12/2017

Quando você olha seu filho assistindo à televisão, fica totalmente tranquilo ou com receio de que aquele hábito pode não ser tão bom para ele? Segundo o professor Cláudio Márcio Magalhães, autor do livro Os Programas Infantis da TV (Ed...
leia mais »

A Criança que morde
Postado em 29/11/2017

Uma criança morde pode estar sofrendo algum problema emocional

Quando uma criança morde, pode ser um sinal de que esteja sofrendo algum problema emocional. Pode ser parte do desenvolvimento normal morder de vez em quando, mas o morder persistentemente é um sinal de ...
leia mais »